O VALOR DA EMPATIA

Empatia é a “capacidade de se identificar com outra pessoa, de sentir o que ela sente, de querer o que ela quer”, ela também é descrita como a “capacidade de se colocar no lugar da outra pessoa”. De modo que a empatia exige acima de tudo que compreendamos a situação da outra pessoa e depois que compartilhemos os sentimentos que essa situação lhe causa.

Deveras, a empatia envolve sentirmos a dor da outra pessoa em nosso coração. É um valor muito importante que se for praticado por todos nós podemos melhorar a nossa vida e transformar as relações humanas.

Quando nos deparamos com comportamentos que não são congruentes para nós, dificilmente fazemos uma reflexão: como eu me comportaria se estivesse sentindo o que o outro sente?

Buscar entender o sentimento do outro é o melhor caminho para amenizar a dor e conseguir lidar com ele de maneira adequada. Quando falamos em empatia nos referimos as questões interiores, ao fato de estar junto de alguém.

Pode observar: Nem todos nos dirão abertamente como se sentem ou o que estão sofrendo. O observador atento, porém, notará quando um cristão parece deprimido, quando um adolescente deixa de se comunicar ou quando um ministro zeloso perde o entusiasmo.

Esta capacidade, de detectar um problema nos seus estágios iniciais, é vital para os pais, e principalmente para os líderes.

A pessoa que é empática mostra compreensão, solidariedade, disposição para ouvir e colaborar. E quando conhecemos melhor o mundo do outro, conhecemos também a nós mesmos. Sem perceber, você vai incluir um novo hábito em sua vida e terá muitos resultados, como exercer melhor a liderança e estabelecer novos laços, pois a empatia abre e mantém portas abertas.

Lembre-se: Nosso bem-estar depende de sairmos do próprio ego para conseguirmos perceber outras experiências humanas.

Escute: Por escutar com atenção, podemos saber com que problemas outros se confrontam. E quanto mais escutamos, mais provável é que a pessoa abra o coração e revele seus sentimentos.

Use a imaginação: A melhor maneira de se estimular a empatia é perguntar-se: ‘Se eu estivesse nesta situação, como me sentiria? Como reagiria? De que precisaria?’

Os três falsos consoladores de Jó se mostraram incapazes de se colocar na situação dele. Por isso, o condenaram por pecados imaginários, que presumiram que ele tivesse cometido.

Humanos imperfeitos muitas vezes acham mais fácil julgar erros do que entender sentimentos.

No entanto, se nos esforçarmos a imaginar como a pessoa aflita está-se sentindo, isso nos ajudará a ter compaixão em vez de condená-la.

CULTIVE A EMPATIA
Que tal se dedicarmos a compreender melhor o outro nas próximas semanas?

Observe o uso das palavras, as expressões faciais, as reações diante dos acontecimentos.

Talvez não tenhamos por natureza muita empatia, mas podemos cultivar esta qualidade.

Por escutarmos com mais atenção, observarmos mais atentamente e nos imaginarmos mais frequentemente na situação do outro, aumentaremos nossa empatia.

Em resultado disso, nos sentiremos impelidos a demonstrar mais amor, benignidade e compaixão para com os nossos filhos, os outros cristãos e os nossos vizinhos.

Nunca permita que o egoísmo sufoque sua empatia. “Que ninguém procure somente os seus próprios interesses”, escreveu Paulo, “mas também os dos outros” (Filipenses 2:4).

De modo que temos a obrigação moral de cultivar esta qualidade. Nossa empatia nos habilitará a nos tornar ministros melhores e pais melhores. Acima de tudo, a empatia nos ajudará a descobrir que “há mais felicidade em dar do que há em receber” (Atos 20:35).

Pense nisso!

“Que o SENHOR JESUS te ABENÇOE e te GUARDE, que o SENHOR JESUS faça RESPLANDECER o seu ROSTO em ti, e tenha MISERICÓRDIA de ti, que o SENHOR JESUS se LEVANTE ao teu FAVOR, e te dê a PAZ e a PROSPERIDADE” (Nm 6:24-26).

Seu irmão em Cristo, Pr. Francisco Miranda
Fundador e professor mestre do IBI (Instituto Bíblico Internacional)
Pastor auxiliar da AD Shalom, em Palmas/TO.

 

Francisco Miranda
administrator
Teologia24horas é uma PLATAFORMA ONLINE de Desenvolvimento Pessoal, Profissional e Ministerial, onde o aluno tem acesso ao CONTEÚDO dos CURSOS do IBI (Instituto Bíblico Internacional), a onde estiver, a hora e quando quiser…